IMG_9981 rk

Da série “testes da madruga”! Que não foi tão “teste” assim porque já brinquei muito com as camadas dessa torta aí antes e garanto que não tem erro, por mais que você se esforce para dar errado.

Pois é, eu sofro desse mal de querer fazer comida de madrugada. As vezes (poucas vezes) eu tenho mais vontade de cozinhar do que de comer, aí aproveito para fazer essas receitas que são ótimas geladinhas no café da manhã. Mas para os mais apressadinhos, ela fica pronta rápido! É só esfriar para endurecer.

IMG_9971 rk

Eu adocei essa torta com estévia. Não sou lã muito fã de adoçantes (principalmente estévia que acho horroroso), mas até que me surpreendi. Normalmente costumo usar um pouquinho de mel (dica pra quem prefere também), mas dessa vez quis testar assim (até porque as sobremesas das festas de final de ano ainda estão muito recentes na minha memória…)

E para dar a consistência, usei ágar-ágar. Para quem nunca usou, o ágar-ágar funciona como uma gelatina mas é 100% vegetal, feita a partir de algas. A diferença na prática é que precisa cozinhar um pouquinho enquanto a gelatina só precisa hidratar. E antes que perguntem, nunca fiz com gelatina. Eu simpatizo bastante com o ágar-ágar.

IMG_9977 rk

A base da torta é uma mistura de frutas secas e avelãs. Sabe aquela barrinha de frutas e castanhas raw-bite? Fica mais ou menos assim. (Tem receita da barrinha aqui nesse post: http://rivelloskitchen.com/barra-de-frutas-e-castanhas/)

Já fiz essa base misturando um monte de coisas com as frutas. Nessa torta da foto em especial, eu usei manteiga de avelãs e proteína de arroz também. Nada que faça grande diferença, mas digo só para você se sentir a vontade para misturar o que quiser, o importante é chegar na textura que é bem fácil com um processador de alimentos. Depois é só forrar a forma e, se quiser, levar para assar por 10 minutos para ficar mais sequinho. Só se quiser.

IMG_9995 rk

Sobremesa de coco, cacau e avelãs. Sem açúcar

By January 6, 2016

Ingredients

Instructions

Para a base:
Em um processador de alimentos, bata as frutas secas com as avelas e 1 colher de chá de cacau em pó até formar uma "farofa" que seja modelável ao apertar. Coloque primeiro 1/2 xícara de avelãs e depois mais se necessário.

Também pode usar 1 colher de sopa de manteiga de avelãs e algumas castanhas para isso. Forre o fundo de uma forma de fundo removível de aprox. 20cm de diâmetro, pressionando bem com as pontas dos dedos.

Opcional 1: Misture canela, cravo da índia, 2 colheres do seu suplemento de proteína em pó se fizer uso ou o que mais quiser na massa.
Opcional 2: Faça alguns furos com um garfo e leve para assar em forno alto por 10 minutinhos se preferir uma base mais sequinha (eu prefiro).

Unte as laterais da forma com um pouco de manteiga ou óleo de coco caso não tenha forrado as laterais com a massa também.

Em uma panelinha, misture o leite de coco com 3g de ágar-ágar (1 colher de sopa rasa). Adoce com estévia ou mel a gosto. Dissolva bem e mexa em fogo baixo por uns 3 minutos após levantar fervura. Despeje na forma e espere esfriar.

Depois misture o leite de avelãs com 1/2 colher de sopa de manteiga (ou óleo de coco), 1 colher de sopa de cacau, 1 colher de chá de extrato de baunilha, 1 colher de sopa de ágar-ágar e estévia ou mel para adoçar. Dissolva bem e mexa em fogo baixo por uns 3 minutos após levantar fervura. Despeje na forma em cima da camada de coco já endurecida.

Espere esfriar e polvilhe cacau por cima. Sirva gelado.