feijomelo

Eu disse que não colocaria esse nome ridículo de “feijomelo” na minha feijoada vegana de cogumelos, mas coloquei.

Tem tantos pratos tradicionalmente vegetarianos por aí para serem explorados e eu insisto em “vegetarianizar” as coisas. Mas fiquem tranquilos que isso não é uma adaptação fake de feijoada com linguiça de palha e bacon de papel. É comida de verdade e eu estou adorando as versões veggies desses pratos tradicionais. As vezes eu penso o que minha avó acharia disso tudo… Bom, melhor deixar pra lá. Adorei minha feijoada vegetariana! Assim como eu adorei a Paella vegana e os hambúrgueres de grão-de-bico. É bem mais agradável cozinhar assim.

E pensando nas tradições, esses dias estava lendo um livro – Guia politicamente incorreto da história do Brasil – que uma das coisas que o autor contrariava era a ideia de que feijoada é um prato brasileiro. Ele afirmava que não era nada comida de senzala e tinha o pé na Europa. Mas me pergunto: o Brasil não é isso? A maioria dos Brasileiros tem o pé na Europa, a comida também uai! (E será que o nosso uai mineiro vem mesmo do “why” dos ingleses?). Na Espanha minha avó costumava fazer Callos, que é quase uma feijoada, mas de grão-de-bico.

IMG_0178 rk

Uma coisa que faltou nessa minha feijoada foi a fumaça líquida. Eu não tinha em casa mas não quis deixar de fazer a feijoada por isso. A fumaça líquida da um gostinho de defumado e é feito a partir da queima de madeira. Então fica a dica para quem quiser, é só borrifar um pouquinho na panela.

E nesse feijomelo, eu usei shimeji secchi (seco). Pode fazer com funghi, portobello ou tudo quanto é cogumelo misturado. Também usei abóbora e batata doce. Recomendo tofu defumado para quem gosta também. Eu sou fã de cogumelos para “substituir” as carnes por causa da textura e também por ser fonte de proteínas.

De acompanhamento teve arroz integral, couve à mineira, farofa de coco (farofinha com bastante coco seco ralado que é frito junto com a farinha no óleo de coco) e laranja.

feijoada vegana

 

Feijoa… Feijo… Feijomelo! A feijoada vegana de cogumelos!

By May 10, 2016

Instructions

Deixe o feijão de molho em bastante água durante a noite. Troque a água para cozinhar (e de preferência mais vezes enquanto o feijão fica de molho).

Cozinhe normalmente com folhas de louro e sal até que os grãos fiquem macios.

Hidrate o shimeji em água quente. Deixe descansar por 20 minutos.

Corte a abóbora em cubos (tire a casca ou higienize-a bem) e leve para assar em um tabuleiro untado com azeite. Regue com mais azeite e tempere com sal, pimenta preta e páprica. Ou, refogue em uma frigideira grande com azeite, pingando água até que fique macia.

Cozinhe a batata doce (não deixe muito mole) e corte em cubos.

Frite a cebola e o alho bem picadinhos no azeite. Junte a abóbora, a batata e o shimeji hidratado e escorrido. Reserve a água do shimeji. (Se quiser, junte o tofu defumado, outros cogumelos e outros vegetais aqui também).

Refogue mais um pouco, tempere com páprica defumada, pimenta calabresa e cominho. Junte o caldo do shimeji e o feijão (e a fumaça líquida se desejar). Deixe cozinhando mais um pouco antes de servir.